Início Notícias Vídeo revoltante mostra segurança expulsando meninos negros da lanchonete do shopping

Vídeo revoltante mostra segurança expulsando meninos negros da lanchonete do shopping

19
0

Este caso ocorreu no shopping Belo Horizonte, na região do Barreiro.
Nas imagens registradas pelos clientes do Via Shopping Barreiro, pode-se perceber que os seguranças do local abordavam meninos e adolescentes negros, que compravam lanches na hora e estavam sentados no local de lanches quando derepente seguranças vieram até eles.

Testemunhas disseram que o menino e o adolescente vendiam doces e pipoca nos semáforos em frente ao shopping.
O segurança mandou que saíssem do shopping, caso contrário ele acionará o Juizado de Menores. No entanto, as pessoas  ficaram irritadas com a situação e impediram que menino e o garato fossem expulsos do shopping.
Testemunhas disseram: “Eles saíram e deixaram a comida que pagaram, mas depois percebemos e não permitimos que os expulsassem”

Os clientes no shopping questionaram a atitude dos funcionários e, em seguida, os seguranças deixaram as instalações.
Ele pode comer o que quiser. Ele compra e paga. Ninguém recebe mais esse tratamento, não! Você pode deixar o menino comer! Essas pessoas não aprendem? “.
O caso ocorreu na última quinta-feira (26), e a imagem foi compartilhada nas redes sociais e despertou grande indignação.

Assista a cena completa no vídeo abaixo:

O ViaShopping Barreiro afirmou que não compactua “em ter  qualquer forma de discriminação no seu espaço” . Nesse mesmo shopping recentemente houve outro caso de racismo contra o funcionário.
Segundo a redação da Polícia Militar, não há registro policial do caso. A polícia afirmou: “O crime de lesão corporal só pode ser praticado através de denúncias, pelo que a vítima (ou o seu representante legal) deve procurar medidas na cabiveis”.

Nas redes sociais, os internautas pedem aos shopping que façam um gesto. Um deles perguntou: “Como o dinheiro deles difere de outros clientes?” “Qual é a renda mínima que é um pouco respeitável?” Outro perguntou.