Início Notícias Gravação mostra padrasto que estuprou e assassinou bebê de 1 anos sendo...

Gravação mostra padrasto que estuprou e assassinou bebê de 1 anos sendo recebido pelos presidiários

360
0

A morte de um bebê de 1 ano de idade que chegou a ser violentada pelo padrasto após o bebê ser deixado sozinho com ele chegou a desencadear um verdadeiro terror no município. Logo depois que foi detido, uma legião de manifestantes acabou se dirigindo até a delegacia para que pudessem fazer justiça com as próprias mãos.

A indignação era tanta que os manifestantes acabaram destruindo e atearam fogo em 2 viaturas de polícia e chegaram a fazer o mesmo com o local onde fica a administração da polícia. Tudo isso no intuito de linchar o padrasto do bebê. O caos foi tamanho que um reforço policial teve de ser acionado de outras cidades vizinhas para conter os manifestantes. E não foi apenas do lado externo que queriam linchar o criminoso, até mesmo os prisioneiros com quem ele iria ficar preso queriam fazer justiça.

Em uma gravação, compartilhada pelo Portal Canal Livre, é possível ver o padrasto abusador agachado no corredor onde ficam as celas da polícia. Logo após se escuta claramente um preso que está dentro da cela fazendo ameaças contra o bandido. O homem teve de ser levado para Parintins por questões de segurança. O caso teve tanta repercussão que até o  secretário da Segurança Pública, Louismar Bonates, veio à público e chegou a afirmar que, “A população não pode fazer justiça com as próprias mãos, porque passam a ser homicidas também. Elas têm que acreditar no Estado e na Justiça”.

Nesta hora, depois que as autoridades mandaram reforços para o município de Barreirinha, a situação acabou se acalmando. Entretanto, depois do manifesto de domingo, 2 manifestantes chegaram a ser atingidos por armas de fogo e perderam as suas vidas.